23 de maio de 2010

Brincando de Matemática!


Os calculistas sempre afirmaram que a ciência exata não faia!; é tiro e queda; será?
Tudo indica que essa dita cuja ciência do raciocínio lógico e abstrato seja faiosa!
Veja  o exemplo abaixo e tirem suas conclusões.

@ Causo Matemático que envolve a procura da verdade sobre cálculos numéricos exatos:

Três cidadãos brasileiros foram a um restaurante almoçar; 
A despesa total foi de R$ 30,00 reais;
Cada um deles deu ao garçon R$ 10,00; 
O dono do restaurante resolveu dar um desconto de R$ 5,00 reais a seus fregueses;
E entregou ao garçon 5(cinco) reais em  notas de R$ 1,00 real  para serem devolvidas aos fregueses;
O garçon  ESPERTO, resolveu aplicar sua nova técnica calculista de raciocínio lógico;
Entregou uma nota de R$ 1,00 real a cada um dos fregueses e embolsou as duas notas restantes de R$ 1,00 real!;

- Resumindo: ficou assim a conta:

1 Freguês deu R$ 10,00  reais e recebeu R$ 1,00 real de volta; total gasto: R$ 9,00;
2 Freguês deu R$ 10,00  reais e recebeu R$ 1,00 real de volta; total gasto: R$ 9,00;
3 Freguês deu R$ 10,00  reais e recebeu R$ 1,00 real de volta; total gasto: R$ 9,00;

Logo, se eles pagaram R$ 9,00 reais cada; os três gastam R$ 27,00 reais + R$ 2,00 que o garçon  abufelou; totalizando  R$ 29,00 a despesa final do almoço.

Pergunta-se:

- Onde foi parar a outra notinha de R$ 1,00 real?

O nosso gênio da música nordestina - LUIZ GONZAGA -,  já aplicava essa técnica nos seus contos e causos musicais quando da contagem da bufunfa arrecadada nos seus shows:

1 pra mim; um pra tú e um pra eu;
1 pra mim; um pra tu e um pra eu!!!! 
e.......; Ansermo besta!!!!!!!!, nem prestava atenção na contage!!!!!!!

@  Façam seus comentários.



=>> Quem acertar vai ganhar um picolé de JACA; com visgo e tudo mais.
:)Compartilhe essa idéia! Share Share

2 comentários:

  1. Olá Anselmo, estava passando por aqui e, ops, dei de cara com essa pérola de raciocínio indutivo, que fazia muito tempo que eu não lia. Esse é bom demais, hehe.

    Nessa proposição, estamos sendo induzidos ao erro, induzidos a raciocinar equivocadamente com o objetivo de manipular o resultado. É essa a tática que os governos, as midias, as defesas criminais, etc. se utilizam para chegar ao resultado desejado. No presente caso, o raciocínio correto aparece exatamente no enunciado da questão: a despesa foi 30, houve desconto de 5, o garçon embolsou 2 e devolveu 3. Foi isso o que aconteceu. SÓ ISSO. O resto é pura INDUÇÃO rsrs!!! Conheço moldes interessantes de raciocínios "invertidos". É um barato, a gente se diverte muito!!! Parabéns pela lembrança. Adorei o post. Beijo grande.

    ResponderExcluir
  2. Marli, obrigado pela visita ao blog e por deixar seu comentário. Seu raciocínio está correto, entretanto, não está exato como dever ser a matemática. Assim, o problema continua. Cadê o REAl fujão??
    Será que foi parar em Brasília?

    ResponderExcluir

ARACAJU (SE), A CIDADE DA QUALIDADE DE VIDA.
- Visite Também:

- Siga-me no Twitter/Facebook:
- twitter.com/ajuanselmo
- https://www.facebook.com/ajuanselmo

Related Posts with Thumbnails