11 de dezembro de 2008

A Garrafa Na Praia!

SERÁ IRRESPONSABILIDADE OU INDIVIDUALISMO PERVERSO?

LOCAL DO ACONTECIMENTO : ARACAJU-(SE) - PRAIA DE ATALAIA, NO BAR PARATI. 




Hoje, 14,dezembro 2008, fui à praia com esposa e filho e  quando me dirigia ao mar com meu pupilo, verifiquei um caco de vidro enorme, era quase a metade de um copo, recolhi imediatamente o objeto  e depositei-o em um lixeiro do estabelecimento comercial.

Daí , enquanto meu pirralho, Lucas Bittencourt, brincava na areia, eu pensava! Será que aquele pedaço de vidro estava lá há muito tempo?  Pois  estava à vista e muito fácil de causar um acidente nas pessoas que  se dirigiam ao mar.

Pensei, pensei e logo me veio uma idéia que poderia tirar minha dúvida ou não, pois estava ansioso e muito curioso.

Peguei uma  garrafa de vidro no bar e coloquei-a  a poucos metros da água do mar;  fiquei observando à distância ,na esperança de não se concretizar o que estava imaginando!

Passaram-se 01h30m ,mais ou menos e nenhuma  criatura, repito, nenhuma criatura recolheu a garrafa que estava em um local com grave risco de acidente para os banhistas. Foram muitas pessoas, de todas as idades, muitas das quais acompanhadas com seus respectivos filho, que não davam a menor importância. Olhavam, uns até brincaram com os pés, outros, pasmem, deixou que seu filho de aproximadamente, 05 anos brincasse com a garrafa, deixando-a no local após a brincadeira terminar! Presenciei um senhor que, passando próximo da garrafa,  parou para conversar e ficou rolando-a com os pés e, após a conversa, continuou sua caminhada e a garrafa permaneceu no mesmo local.

Enfim, recolhi a garrafa e, Infelizmente, o caco de vidro estava lá há bastante tempo, essa é a minha  triste conclusão.

Gostaria de uma explicação para esse tipo de comportamento coletivo e irracional.      

3 comentários:

  1. Prezado Anselmo
    Fiz um teste parecido com o seu dia desses.
    Passava pela praça da igreja matriz, no centro da cidade, qdo me deparei com cascas de coco, abertas com suas respectivas "bocas" viradas para cima. Pensei: Isso pode se transformar em foco de mosquito da dengue. Me fiz a mesma pergunta que vc em relação à sua garrafa na praia. Sentei-me num dos bancos da praça e passei a observar as pessoas que passavam. Por quase meia hora ninguem se deu conta do perigo que aquelas simples carcaças vazias de coco poderiam representar. Então, recolhi-as e as lancei na lata do lixo.
    Tá feia a coisa meu irmão !!!
    Abraços..

    ResponderExcluir
  2. Anselmo,
    Eu me sentiria incomodado tanto quanto voce se me deparasse com tal situacao. E realmente lamentavel que haja pessoas que se importa tao pouco com o ambiente e o bem estar coletivo. Acho que esse tipo de atitude nunca vai ter fim mesmo que grande parte da populacao se eduque. Ainda assim sempre vai existir um "espirito de porco" que considera jogar lixo no chao ou uma garrafa na praia, um ato normal. Apesar disso acho a tua atitude louvavel e tenho certeza que te fez sentir muito bem.
    Abraco

    ResponderExcluir
  3. Pezados Amigos,
    Obrigado pelas visitas ao Blog. Realmente a coisa tá feia. Parece que o individualismo e a falta de coletividade tomou conta dos corações das pessoas. Os papéis, infelizmente, estão invertidos; prevalece o "Ter" e não o "SER", nessa sociedade desagregadora de valores ético e morais. Enquanto o aquecimento global promove uma revolução científica e conscientizadora de ações coletivas e individuais, o esquecimento mental destrói o homem.
    o tempo nos dirá, em breve, se a razão de hoje, prevalecerá para sedimentar as bases do nosso futuro.
    Que DEUS tenha pena das futuras gerações, se assim continuar!!!!

    ResponderExcluir

ARACAJU (SE), A CIDADE DA QUALIDADE DE VIDA.
- Visite Também:

- Siga-me no Twitter/Facebook:
- twitter.com/ajuanselmo
- https://www.facebook.com/ajuanselmo

Related Posts with Thumbnails