6 de outubro de 2008

Cultura Nordestina

O Brasil é realmente um país atípico, seja na cultura, nos costumes, no clíma, na flora, na fauna, enfim, a dimensão continental proporciona diferanças significativas aos Cidadão Brasileiros de norte a sul.
O dialeto, o sotaque e as gírias traduzem isso, vejam.

Se  é miúdo é pixototinho.
Se  é pequeno é cotôco.
Se  é alto é galalau,Vara Pau
Se  é franzino é xôxo.

Dinheiro é bufunfa,Arame
Sem dinheiro é liso,Pelado.
Pernilongo é muriçoca.
Chicote se chama peia.

Tudo que é bom é massa.
Tudo que é ruim é peba.
Rir dos outros é mangar.
O bobo se chama leso.

Tá torto é tronxo.
Vai sair diz vou chegar.
Dar a volta é arrodeio.
Se é longe é o fim do mundo.

Quem dá furo é fulêro.
Sujeira de olho é remela ou argueiro.
Gente insistente é pegajosa.
Agonia é aperreio ou gastura.

Entrar sem licença emburaca.
Sinal de espanto é  vôte!!,Vige!
Se tá folgado ta  foló.
Quem tem sorte é cagado.

Catinga de suor é inhaca.
Mancha de pancada é roncha.
Palhaçada é munganga.
Desarrumado é malamanhado.

Gases se chamam bufa,Fuzaca
E o medroso chama frouxo.
Pois não é estou as ordens.
Distraído é aluado

Correr atrás de alguém é dar carreira.
Passear é bater perna.
Fofoca é resenha.
Estouro se chama pipôco.

Pessoa triste é borocoxô.
E então é iapôis.
Pois sim é não concordo.
Meleca se chama catôta.

Confusão é rolo.
Travessura é presepada.
Gente complicada é nó cego.
Paquerar é se inxerir,Saliencia

Correr atrás de é  Acunhe!!
Dar um tapa em  Abufele, Arroche
 

Um comentário:

ARACAJU (SE), A CIDADE DA QUALIDADE DE VIDA.
- Visite Também:

- Siga-me no Twitter/Facebook:
- twitter.com/ajuanselmo
- https://www.facebook.com/ajuanselmo

Related Posts with Thumbnails