8 de abril de 2008

Alimentos Saudáveis.









Como podemos definir o que é saúde?

Acho um tanto utópico definí-la em sua totalidade! Porque os fatores e princípios que regem nossas vidas, apesar de diversos, são de reações contrárias e diferentes em cada pessoa.
Assim como os remédios agem diferentemente e provocam reações diversas em cada indivíduo, a adoção de mecanismos e ações educadores, reguladoras e alimentares terão resultados, certamente diversos, na sua aplicação pessoal, pessoa a pessoa.
Daí a OMS entender que saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença.

Portanto, galera, os alimentos naturais devem prevalecer sobre os demais.
Aí vai o Top 10 da saúde; os campeões da vida Saudável.

» Alcachofra » Aveia » Azeite » Chá » Farelos e cereais integrais
» Frutas cítricas » Oleaginosas » Peixe » Soja » Vinho

A alcachofra é uma das campeãs em benefícios para a saúde. Ela se destaca por:

· inibir o envelhecimento das células;

· tratar doenças hepáticas (do fígado);

· inibir a atividade de diversos indutores de tumores.

A aveia é um cereal de alta qualidade nutricional, rica em fibras solúveis e que, portanto, ajuda no funcionamento do intestino. Além disso, alguns estudos tem mostrado que dietas suplementadas com aveia promovem:

· decréscimo significativo do colesterol sangüíneo e, por isso, proteção contra doenças cardiovasculares;

· efeito protetor no desenvolvimento de câncer no intestino e;

· diminuição da absorção de glicose em diabéticos

Desde a década de 70, a baixa incidência de doenças cardíacas nas regiões banhadas pelo Mediterrâneo (Itália, Espanha, Sul da França, Grécia) chamou a atenção de pesquisadores. Eles acabaram por descobrir que o azeite de oliva era um dos principais ingredientes de sua culinária.

As propriedades benéficas do azeite, principalmente virgem, são:

· diminuir o colesterol das artérias (levando-o de volta ao fígado) e, conseqüentemente, ajudar no combate de doenças cardíacas;

· combater a hipertensão e alguns tipos de câncer

· proteger e fortalecer os aparelhos digestivo e imunológico

Mas atenção: o azeite deve ser usado sempre cru, para dar sabor e finalizar os pratos. Se você usá-lo para cozinhar, ele vai saturar muito rápido, transformando tudo que tem de bom em ruim. Para cozinhar, use óleos de girassol, canola ou milho.

O Chá é uma bebida estimulante e, quando bebido puro, tem quase zero de caloria. Seus principais efeitos são:

· combater o envelhecimento das células;

· reduzir o risco de câncer (principalmente de esôfago e estômago), doenças do coração, gastrite e derrame cerebral;

· ajudar a fortalecer os ossos e a controlar a pressão arterial.

Mas, cuidado: se consumido junto com as refeições, o chá pode diminuir a absorção de ferro. Ele tem também efeito diurético e pode provocar insônia em pessoas sensíveis à cafeína

Os Cereais - como o arroz e o trigo - são uma excelente fonte de carboidratos ricos em amidos e fibras. Os farelos são compostos pela casca externa indigerível destes grãos.

Os benefícios que eles trazem à saúde são:

· ajudar a prevenir a prisão de ventre;

· ajudar a diminuir as taxas de colesterol no sangue;

· gerar uma sensação de saciedade que pode levar à perda de peso; e

· reduzir o risco de alguns tipos de câncer, especialmente os associados à obesidade (no intestino e no estômago).

Mas não exagere: o excesso de farelo reduz a absorção de cálcio, ferro e zinco e pode causar irritação intestinal, distensão abdominal e flatulência. O ideal mesmo é consumí-lo não puro, mas em alimentos que o contenham, como o arroz integral e o pão integral.

As Frutas Cítricas: Este é o grupo de alimentos mais famoso no combate a doenças. Afinal, quem não sabe que o melhor remédio para a gripe é "vitamina C e cama"?

Os alimentos que se destacam são o limão, a laranja e a acerola, que podem ser usados em molhos, sucos, sorvetes, doces, geléias, compotas...

Em 100 gramas da parte comestível da acerola, pode-se encontrar até 80 vezes mais vitamina C que na mesma quantidade de limão ou laranja. Nem é preciso tanto! Uma laranja de tamanho médio contém cerca de 70 miligramas desta vitamina - uma quantidade maior do que as necessidades diárias de um adulto.

A vitamina C:

· protege contra o envelhecimento das células; e

· ajuda a reduzir o risco de certos tipos de câncer, ataques do coração, doenças pulmonares e derrames cerebrais.

A acerola também está relacionada ao combate de diabetes, disfunções do fígado, cicatrizações difíceis e disenterias, a laranja pode ajudar a reduzir o colesterol e o limão atua contra inflamações e alguns tipos de câncer.


As Oleaginosas: Nozes, amêndoas, castanhas... são todos famosos por serem uito calóricos e, inevitavelmente acabam expulsos das dietas de quem busca mais saúde. Então, o que eles fazem nesta lista?

Bem, só para começar: as nozes são o alimento vegetal que apresenta uma maior quantidade de antioxidantes, responsáveis por combater o envelhecimento celular e prevenir muitas doenças, como:

· doenças coronárias;

· diversos tipos de câncer; e

· loucura.

A lista de benefícios não pára por aí. Se consumidas sem exagero, as oleaginosas não engordam e ainda:

· diminuem o risco de morte súbita associada à parada cardíaca;

· diminuem e o nível de colesterol no sangue; e

· podem ajudar a prevenir alguns tipos de câncer

O Peixe é uma excelente fonte de proteínas completas, ferro e outros minerais, além de conter os célebres ácidos graxos ômega-3. São eles os grande responsáveis por grande parte da enorme lista de benefícios à saúde que ele traz.

O consumo regular de peixe:

· diminui o desenvolvimento de doenças do coração e aterosclerose;

· em idosos, diminui o risco de desenvolvimento do mal de Alzheimer e outros tipos de demência, ao reduzir a inflamação do cérebro e ajudar no desenvolvimento cerebral e na regeneração das células nervosas;

· provavelmente por motivos semelhantes, proporciona um melhor desempenho acadêmico das crianças,

· ajuda a aliviar os sintomas de depressão, como tristeza, ansiedade e problemas no sono;

· tem influência no controle da pressão arterial;

· colabora com a coagulação do sangue;

· alivia os sintomas da artrite reumatóide; e

· protege a pele contra raios UV e inflamações

A Soja é uma das plantas mais nutritivas e versáteis. É uma boa fonte vegetal de proteína, ferro e outros minerais e pobre em calorias e gorduras.

Estudos indicam que ela:

· aumenta o colesterol bom e diminui ruim no sangue e, com ele, o risco de doenças do coração;

· previne algumas formas de câncer, em especial o de mama;

· as isoflavonas, presentes na soja, combatem sintomas da menopausa, como o fogacho (calorões), e podem evitar osteoporose. Seu uso é muito indicado principalmente para mulheres que não podem ou não querem fazer a reposição hormonal

Na década de 90, descobriu-se que os franceses apresentavam um menor menor risco de morte do que os norte-americanos, apesar de ambos os povos terem o mesmo nível de colesterol e, ainda pior, os franceses ingerirem muito mais gordura saturada.

Como pode? Essa questão foi denominada o "paradoxo francês" e deu origem a inúmeros estudos. A cada dia surgem novas pesquisas tentando desvendar os mistérios daquele que foi identificado como o salvador da saúde dos franceses: o vinho.

Ao contrário do que alguns comentários preliminares indicavam, também o branco, e não só o tinto, pode ser responsável por:

· prevenir de resfriados ao câncer;

· controlar a hipertensão;

· reduzir o risco de problemas cardíacos e, nos casos de pessoas já doentes, ajudar a evitar um segundo enfarte; e

· em idosos, diminuir o risco de desenvolver problemas mentais.

É claro: os benefícios se resumem ao consumo moderado de vinho - no máximo 250 ml diários. O abuso do álcool, como se sabe, acarreta inúmeros problemas de saúde.

saiba mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ARACAJU (SE), A CIDADE DA QUALIDADE DE VIDA.
- Visite Também:

- Siga-me no Twitter/Facebook:
- twitter.com/ajuanselmo
- https://www.facebook.com/ajuanselmo

Related Posts with Thumbnails