20 de setembro de 2016

JORNALISMO LIXO

EVITEM INFORMAÇÕES TÓXICAS!!!!!

----->  LIGUE O SOM.
http://twitter.com/ajuanselmo http://www.facebook.com/ajuanselmo

5 de setembro de 2016

FORA TEMER


SURGE UMA NOVA ESCOLA DE SAMBA EM SÃO PAULO-SP NOS MOVIMENTOS SOCIAS  E POPULARES  INCONFORMADOS COM O GOLPE DE ESTADO QUE LEVOU AO PODER O "TEMER GOLPISTA E ASSECLAS'.



Ligue o som Coxinha!!!

ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DO FORA TEMER

:)Compartilhe essa idéia!
Share |
http://twitter.com/ajuanselmo http://www.facebook.com/ajuanselmo

26 de maio de 2016

GREVE GERAL

AMIGOS INTERNAUTAS,
LAMENTAVELMENTE, O BRASIL ESTÁ PODRE!

Esse governo golpista que tomou conta do poder está levando o país ao caos. A podridão agora faz parte do dna governamental que a cada dia passa a comandar as ações golpistas e perversas para a classe trabalhadora, e pior, os interesses comuns dessa gente não tem escrúpulos nem com eles mesmos, e as entranhas fétidas começam a aparecer e contaminar ainda mais a sociedade Brasileira. Nossas instituições políticas, sociais, jurídicas e governamentais já não atende mais aos anseios da sociedade e nem aos ditames constitucionais, porque contaminaram-se com as falcatruas e as bondades interesseiras do capital, do poder econômico de políticos e de grupos empresariais.

De tanto ver nos meios de comunicação prosperar a desonra dos políticos, dos governantes, dos magistrados e de grande parte das nossas entidades que deveriam preservar pela estabilidade política e constitucional do brasil, chego a desanimar das virtudes do ser humano e imaginar que a desonestidade já é um princípio que não me faz acreditar em regras jurídicas e princípios constitucionais ,e rir de quem fala em poder democrático!

Mas,há uma luz no fim do túnel!!!!!!!

E acredito ainda ser possível fazermos alguma coisa; acredito que nós brasileiros, temos condições de compreendermos e mesmo controlar as forças políticas, econômicas e sociais. Não vamos ficar sem fazer nada; nós temos ainda os meios para mostrarmos a nossa presença, mesmo que distantes de Brasília, e não vamos permitir que atos de corrupção, de desmandos administrativos, de golpe institucional, de corrupção e comprometimentos de autoridades continuem ocorrendo e a impunidade campeando nos meios policiais e judiciais.

Não se trata de uma Utopia; uma fantasia ideal de sociedade que se baseia em indivíduos, atitudes e princípios sociais e políticos corretos, pois temos a perfeita consciência da limitada capacidade de nos aperfeiçoarmos, cada vez mais política e socialmente.
Portanto, diante da situação atual do Brasil, só nos resta uma alternativa: A GREVE GERAL E POR TEM INDETERMINADO!
Estranho que nossas associações, movimentos sociais, o próprio povo, a sociedade organizada, intelectuais, artistas, jovens, movimentos estudantis e universitários estejam calados; como que anestesiados diante dessa brutalidade constitucional que essa gente golpista se apoderou do governo.
VAMOS PARAR O BRASIL JÁ, SEM VIOLÊNCIA, MAS COM CONSCIÊNCIA CÍVICA QUE A CARTA MAGNA REQUER, E BOTAR DEFINITIVAMENTE O PAÍS NOS TRILHOS DA DEMOCRACIA E DO DESENVOLVIMENTO.



:)Compartilhe essa idéia!
Share |
http://twitter.com/ajuanselmo http://www.facebook.com/ajuanselmo

21 de maio de 2016

PACOTES DE MALDADES

 VEJAM AS CRUELDADES QUE EM 7(SETE) DIAS, ESTE GOVERNO "TEMER ...OSO"  ESTÁ FAZENDO COM O POVO BRASILEIRO!

APOIADO PELOS PARTIDOS: PMDB/PSDB/PSB/DEM/PPS/PP/PSD/PV/SD.

Re-publicado da:  Agência PT, em 19 de maio de 2016 às 17:00:47
Mal completou uma semana e o governo do presidente golpista, Michel Temer, já acumula uma lista com 28 medidas que vão impactar negativamente a vida das brasileiras e brasileiros, especialmente os mais pobres. Em média, o número representa quatro medidas por dia contra o povo.
Para além da inelegibilidade de Temer por oito anos e da escolha de um ministério golpista com sete nomes implicados nas investigações da Operação Lava Jato, a Agência PT identificou dois grandes grupos de ações negativas para o Brasil: as que podem ser chamadas de burocráticas, como extinção de ministérios, mas que revelam um nível mais profundo o que orienta o governo golpista; e as ações que mudam, põem fim ou inauguram políticas, ou seja, são a concretização dos planos da gestão ilegítima. As reações aos primeiros anúncios já provocaram, inclusive, recuos por parte do governo golpista e demonstraram que há muita gente disposta a resistir e barrar o golpe —um dos exemplos vem dos que trabalham com a arte no país, que passaram a ocupar prédios públicos para protestar contra o golpe de Temer.
Conheça a seguir as primeiras medidas da pauta golpista de Michel Temer:


1. Ministério da Previdência incorporado ao Ministério da FazendaA mudança não provocou fortes reações, mas deve provocar em breve. Isso porque significa impor a lógica contábil e financista a todo sistema de Seguridade Social do Brasil, desmontando-o. A condução da Reforma da Previdência pelo Ministério da Fazenda visa também distanciar os trabalhadores do debate, com utilização frequente do argumento de que a Previdência é deficitária. A mudança já repercute nas primeiras medidas políticas ligadas à pasta que foram anunciadas.

2. Reajuste do salário mínimo sem obrigatoriedade de repor a inflaçãoO reajuste do salário mínimo atualmente se baseia em uma fórmula que inclui a taxa de inflação, com o objetivo de repor as perdas salariais impostas pelo processo inflacionário. Sem essa obrigação, os aumentos passam a ser negociados no Congresso Nacional, sem garantir de reposição da inflação. Em outras palavras, o trabalhador não tem mais garantia de aumento real.

3. Fim da indexação de qualquer benefício previdenciário ao valor do salário mínimoA pretexto de “desindexar” a economia e melhorar o perfil das contas públicas, não haverá aumento no valor das aposentadorias com base no salário mínimo. Os aposentados passam a contar com a boa vontade do governo federal em promover reajustes, em vez de critérios transparentes e a garantia de reposição das perdas com a inflação.

4. Aumento no tempo de contribuição e da idade mínima para aposentadoria, inclusive para servidores da ativA Reforma da Previdência que está sendo gestada pelo governo golpista vai impactar os servidores da ativa e ampliar o tempo de contribuição e a idade mínima para aposentadoria. A ideia de uma nova Previdência apenas para os que integrarem o sistema no futuro já foi descartada.

5. Aumento de impostos“A meta é diminuir o nível de tributação da sociedade. Dito isso, a prioridade hoje é diminuir a dívida pública. Se houver necessidade de um tributo, ele será aplicado”. A frase é do ministro golpista da Fazenda, Henrique Meirelles, revela a disposição para jogar a conta para o povo pagar com novos impostos, além de lembrar a famosa frase de Delfim Netto, ministro da Fazenda na ditadura militar, que disse ser preciso primeiro esperar o bolo crescer para depois haver distribuição de renda no país.

6. Permitir que as convenções coletivas prevaleçam sobre as normas legais, salvo quanto aos direitos básicosO Projeto de Lei 4193/2012, de autoria do deputado federal Irajá Abreu (PSD-TO), prevê que acordos e convenções coletivas de trabalho podem se sobrepor à Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O resultado é inequívoco: perda da capacidade de negociação dos trabalhadores e redução da proteção que o Estado dá atualmente quando houver desrespeito das leis por parte do empregador. Além desse projeto, há pelo menos outros seis em tramitação no Congresso Nacional que contam com Temer para ferir os interesses dos trabalhadores.

7. Ministério sem mulheresausência de mulheres no primeiro escalão desnuda a falta de importância que a desigualdade de gênero tem para os golpistas. Simbolicamente, é como se dissessem à sociedade brasileira que as mulheres estão relegadas a um segundo plano, ao segundo escalão. Concretamente, é a redução nos espaços de participação feminina nas esferas decisórias sobre os rumos do país, revertendo a tendência dos governos do PT de ampliar os espaços e o poder de definição que as mulheres devem ter. Significa ainda que o governo golpista ignora os Objetivos do Milênio da Organização das Nações Unidas (ONU), cuja meta 3 prevê, até 2015, “maior igualdade entre sexos e valorização da mulher”, além de conflitar com a meta 5 dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, para depois de 2015, que estabelece que os países devem “alcançar igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas”.

8. Fim da Secretaria de Igualdade RacialUm governo que se estabelece sem o voto direto das urnas, composto por homens, brancos, com idade avançada e alto poder aquisitivo não é nem de longe representativo da plural sociedade brasileira. E para não deixar dúvidas sobre isso, Michel Temer pôs fim à Secretaria de Igualdade Racial, medida que vai impactar diretamente as políticas afirmativas, as ações de redução do proconceito brasileiro e o combate à desigualdade histórica entre brancos e negros, impondo um enorme retrocesso ao país.

9. Fim do Ministério da Culturareação dos artistas e dos que trabalham com a Cultura no Brasil foi imediata. O governo golpista incorporou o extinto Ministério da Cultura (MinC) ao Ministério da Educação, transformando o MinC numa secretaria. Nenhuma das cinco mulheres convidadas para a secretaria aceitou, e o presidente golpista já estuda reestabelecer a pasta. Difícil vai ser convencer os milhares de artistas que passaram a ocupar os prédios públicos pelo país, em protesto ao ataque à Cultura, que o restabelecimento do MinC significará a retomada das políticas de valorização da cultura brasileira.

10. Ministro da Educação para o DEMO ministro golpista da Educação, Mendonça Filho, é filiado ao DEM, partido que foi contra: ProUni, FIES, ENEM, cotas, 50% do fundo do pré-sal para a Educação e 75% dos royalties do petróleo para o setor, ou seja, contra os avanços conquistados na última década na área da Educação.

11. Mensalidade paga em cursos de extensãoMendonça Filho não conseguiu discursar em sua posse ante os protestos dos servidores do MinC incorporados à pasta da Educação e já deu mostras de que deve haver preocupação com os programas educacionais que foram os principais instrumentos adotados pelos governos do PT para possibilitar o maior acesso ao ensino superior de nossa história. Em entrevista ao UOL, o ministro golpista disse que iria apoiar as universidades públicas que quiserem cobrar mensalidade em cursos de extensão e pós-graduação. Um dia depois da entrevista, Mendonça Filho divulgou nota para dizer que recuou da ideia, mas, como deputado federal, ele votou a favor na PEC 395/2014 que estabelece essa política de cobrança de mensalidades.

12. Ensino superior nas mãos da iniciativa privadaMendonça nomeou para a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior Maurício Costa Romão, economista ligado à rede de ensino privada, o que é um sinal preocupante para o ensino superior público.

13. Revisão do Bolsa FamíliaPor vontade política dos governos do PT, os programas sociais como o Bolsa Família são reajustados com regularidade. O último reajuste ocorreu no dia 1º de maio, Dia do Trabalhador, quando a presidenta eleita, Dilma Rousseff, concedeu 9% de aumento para os beneficiários do Bolsa Família. Ao acabar com a indexação, o governo golpista compromete a regularidade dos reajustes. Pior: o ministro golpista do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, afirmou ser necessário aperfeiçoar os mecanismos de controle sobre beneficiários do Bolsa Família. O que isso significa? Que vai fazer “um pente-fino” que poderá provocar o desligamento de até 10% dos beneficiários do programa, disse em entrevista ao jornal O Globo.


14. Fim da Controladoria-Geral da UniãoO argumento dos golpistas é o de que a criação do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle supre a extinção da Controladoria-Geral da União (CGU). Mas, na realidade, vai provocar o enfraquecimento da independência no trabalho de combate à corrupção. Isso porque o órgão deixa de funcionar respondendo dirto à Presidência da República. Ficando dentro do novo Ministério, o órgão perde poder de cobrança sobre os demais ministros, reduzindo a fiscalização sobre as ações federais.

15. Reduzir o Sistema Único de Saúde (SUS)O ministro golpista da Saúde, Ricardo Barros, foi outro que já apresentou um “pacote” de medidas que colocam em risco o futuro da Saúde no país. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Barros disse que não vão “conseguir sustentar o nível de direitos que a Constituição determina”. A frase por si só já é uma enorme afronta à Constituição brasileira, mas revela algo mais perverso: o Sistema Único de Saúde (SUS) será reduzido e fragilizado. O roteiro não é novo, pois a desarticulação do SUS, uma das maiores conquistas do povo com a Constituição de 1988, atende aos interesses Privados da saúde.

16. Saúde sem orçamento mínimoRicardo Barros também quer flexibilizar a obrigatoriedade de aplicação de percentuais mínimos do orçamento na área da Saúde. Hoje, a União é obrigada a aplicar na Saúde ao menos o mesmo valor do ano anterior mais o percentual de variação do PIB (Produto Interno Bruto) e Estados e municípios precisam investir 12% e 15%, respectivamente. Com a flexibilização, o orçamento da Saúde não terá as garantias que possui atualmente.

17. Qualidade dos serviços de planos de saúde não será controlada pelo governoO ministro golpista da Saúde, aliás, foi financiado nas eleições de 2014 por operadoras de plano de saúde. Talvez por isso tenha declarado que a fiscalização não será feita pelo governo, abrindo espaço fortalecer ainda mais as empresas de planos de saúde na relação com os segurados, em vez de colocar a estrutura estatal para atuar na proteção da parte mais fraca da relação.

18. Fim do Ministério do Desenvolvimento AgrárioO fim do Ministério do Desenvolvimento Agrário, incorporado à pasta Desenvolvimento Social, foi classificado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) como um retrocesso para as conquistas da agricultura familiar e da reforma agrária no país. A entidade lembra que o modelo de gestão para políticas públicas agrícolas era referência mundial e será profundamente afetado.

19. Revisão da demarcação de terras indígenasAo aunciar a revisão de todos os atos do governo eleito de Dilma Rousseff, a Casa Civil golpista de Michel Temer quer mexer nas demarcações de terras indígenas. Desde 1º de abril, Dilma assinou 21 atos para desapropriar 56 mil hectares de terras. O ministro golpista do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, chegou a declarar que “terra indigena é invasão de propriedade legitimada pelo Estado”. A subprocuradora-geral da República, Deborah Duprat, avalia que a revisão da demarcação de 56 mil hectares de terra fere a Constituição Federal. Entidades ligadas à questão indígena já anunciaram que vão à Justiça contra a medida.


20. Privatizações do patrimonio públicoUm dos objetivos do golpe é restabelecer a agenda neoliberal derrotada nas urnas desde 2002. A agenda inclui a privatização de fatias do patrimônio público, a partir do discurso de que as empresas estão sucateadas. Os integrantes da área econômica do governo golpista já ventilaram a privatização da Casa da Moeda, dos Correios e de centrais elétricas federais nos Estados da Federação. Esse filme o Brasil já assistiu nos governos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e rejeitou desde então em todas as eleições presidenciais.

21. Ataque ao Minha Casa, Minha VidaApesar do discurso de que o programa Minha Casa, Minha Vida estaria preservado, o ministro golpista das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), revogou a construção de 11.250 unidades. A revogação se deu na parte do programa que destina recursos a entidades sem fins lucrativos selecionadas para construção de moradias populares de forma auto organizada pelos próprios movimentos.

22. Fim da Secretaria de Direitos HumanosAté mesmo referências na área dos Direitos Humanos sem ligação com o PT ou com o governo da presidenta eleita, Dilma Rousseff, criticaram a redução da importância da Secretaria de Direitos Humanos, que ficará subordinada ao Ministério da Justiça. O representante brasileiro na Corte Internacional de Direitos Humanos, Paulo Sergio Pinheiro, que foi titular do órgão no governo FHC, gravou vídeo alertando as organizações de direitos humanos, movimentos sociais e ativistas para enfrentarem “o que há de mais conservador e retrógrado no país e ainda o que está por vir”.
23. Repressão aos movimentos sociaisO ministro golpista da Justiça concedeu entrevista dizendo que a CUT e o MST são “guerrilheiros comunistas”. A frase demonstra que haverá perseguição aos movimentos sociais que se posicionarem contra o governo, num sinal preocupante de que o direito à livre manifestação e a liberdade de expressão estão sob risco após o golpe. A repressão a esses movimentos contará com o apoio do general Sérgio Etchgoyen, do Gabinete de Segurança Institucional, órgão que foi ressuscitado pelo presidente golpista Michel Temer. Etchgoyen já deu declarações contra a Comissão da Verdade e outras iniciativas da justiça de transição.

24. Golpe na EBCO presidente golpista passou por cima também da Lei 11.652/08, que estabelece mandatos fixos para a diretoria da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) com o objetivo de protegê-la da interferência do governo e para criar uma comunicação pública de qualidade no Brasil, nos moldes da BBC de Londres. Em desrespeito à lei, Temer exonerou o jornalista Ricardo Melo da chefia da EBC para nomear Laerte Rímoli, ex-assessor da secretaria de comunicação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
25. José Serra no Ministério das Relações ExterioresDesde 1993, a condução do Ministério das Relações Exteriores fica a cargo de diplomatas de carreira. Mas um governo golpista como o de Michel Temer não tem essa preocupação. Assim, nomeou o senador José Serra (PSDB) para o cargo. A quebra na sequência de escolha de diplomatas para ministro das Relações Exteriores já provoca ruídos internos e sinaliza uma política externa que vai macular a imagem do Brasil no exterior, acabando com a presença internacional do país.

26. Fechamento de embaixadas e diplomacia do porreteO fechamento de embaixadas na África e no Caribe e a divulgação de duras notas contra os países e entidades que condenaram o golpe no Brasil foram as primeiras medidas do ministro golpista José Serra. As ações são preocupantes para o futuro da diplomacia brasileira, para a integração com países da América Latina e para ampliar a presença do Brasil como ator no cenário global. A gravidade das medidas foram resumidas pelo jornalista Bernardo Mello Franco como “a diplomacia do porrete”. A linha de Serra, contudo, se revela bem flexível quando se trata de conceder passaporte diplomático para um pastor evangélico ligado a Eduardo Cunha e investigado na Lava Jato: Samuel Cassio Ferreira.

27. Fim do Ministério de Ciência e TecnologiaPrimeiro, cogitaram o pastor evangélico Marcos Pereira para a Ciência e Tecnologia. Com a forte reação da comunidade científica, houve o recuo. Mas a desistência do nome implicou também no fim do Ministério da Ciência e Tecnologia, que foi incorporado ao das Comunicações. Uma das vertentes que podem projetar o Brasil como uma nação desenvolvida é a capacidade de trazer inovações e avançar nas áreas de ciência e tecnologia. A extinção do ministério compromete essa possibilidade.

28. Logo baseada em mapa da ditadura, escolhida por “Michelzinho”A ideia de mudar a logo do governo federal para transmitir uma imagem de modernidade para os golpistas esbarrou em dois problemas graves. O primeiro foi o uso da bandeira brasileira com 22 estrelas apenas, ou seja, a versão do período militar. A bandeira usada não inclui as estrelas que representam os Estados criados após o golpe de 1964. O segundo problema foi a escolha da logo por “Michelzinho”, filho do presidente golpista, que tem o mesmo nome do pai. A decisão deveria se guiar por critérios técnicos de comunicação e publicidade e levar em conta o interesse público. Mas, ao deixar o filho fazer a escolha, Temer enviou um recado ao país: os processos decisórios de seu governo, além de não terem participação empoderada de mulheres e negros, terão, sempre que possível, uma pitada de nepotismo e uma aura de monarquia.
Por Camilo Toscano, da Agência PT de Notícias

:)Compartilhe essa idéia!
Share |
http://twitter.com/ajuanselmo http://www.facebook.com/ajuanselmo

18 de abril de 2016

Brasil De Luto


O BRASIL AMANHECEU HOJE, 19-04-2016, DE LUTO,
LUTO PELO DEPLORÁVEL COMPORTAMENTO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS  ONTEM QUANDO, SEM NENHUM CRIME DE RESPONSABILIDADE, APROVOU O IMPEACHMENT DA PRESIDENTA DA REPÚBLICA, DILMA ROUSSEFF.
DOS 513 PARLAMENTARES, APROXIMADAMENTE 299 TEM PROCESSOS JUDICIAIS EM ANDAMENTO POR CORRUPÇÃO, LAVAGEM DE DINHEIRO E/OU IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.
-http://revistapiaui.estadao.com.br/lupa/2016/04/17/votacao-do-impeachment-no-plenario-da-camara/
O GOLPISMO FOI COMANDADO PELO PRESIDENTE DA CASA O Sr EDUARDO CUNHA QUE É RÉU NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL POR LAVAGEM DE DINHEIRO, CORRUPÇÃO E POR MANTER CONTAS FANTASMAS NA SUÍÇA.
A CONSTITUIÇÃO FOI RASGADA, ASSIM COMO OS ANSEIOS DA NAÇÃO BRASILEIRA EM CADA VEZ MAIS CIMENTAR  A FRÁGIL DEMOCRACIA QUE OS GOVERNOS LULA/DILMA VINHAM CONCRETIZANDO, APESAR DOS ERROS, DOS PERCALÇOS E DAS DIFICULDADES QUE VINHAM ENFRENTANDO.
NOS GOVERNOS LULA/DILMA O BRASIL TORNOU-SE UMA DAS POTENCIAS MUNDIAIS NA ECONOMIA, E RECONQUISTOU O RESPEITO INTERNACIONAL.
E MAIS, OS INÚMEROS AVANÇOS, PRINCIPALMENTE NA ÁREA SOCIAL, FOI O CARRO CHEFE DOS GOVERNOS DO PT, TIRANDO 30 MILHÕES DE CIDADÃOS E CIDADÃS DA MISÉRIA , CONSIDERADO PELA "ONU" COMO O MAIOR PROJETO SOCIAL DE COMBATO A FOME DO MUNDO GANHANDO, INCLUSIVE, DIVERSOS PRÊMIOS DE ORGANISMOS INTERNACIONAIS 
-  http://www.cartacapital.com.br/politica/dilma-recebe-premio-internacional

A OPOSIÇÃO BRASILEIRA MUITO CONSERVADORA E CONTRÁRIA AOS IDEAIS DA POPULAÇÃO, É COMANDADA POR GRUPOS DE EMPRESÁRIOS, LATIFUNDIÁRIOS, IGREJAS EVANGÉLICAS, PELA MÍDIA E TAMBÉM FINANCIADA POR ORGANISMOS INTERNACIONAIS, NÃO ACEITA QUE O POVO POBRE CONQUISTE TANTOS DIREITOS  SOCIAIS E QUE SEJAM INCLUÍDOS NA SOCIEDADE COMO PESSOAS DIGNAS DE UMA CONVIVÊNCIA SOCIAL. ISSO TALVEZ TENHA INCOMODADO ESSA GENTE CORRUPTA, ELITISTA E GOLPISTA.

# CONFIRA  "AQUI"  OS 299 PARLAMENTARES QUE VOTARAM  NO IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEFF E QUE ESTÃO RESPONDENDO A PROCESSOS JUDICIAIS CRIMINAIS, DE CORRUPÇÃO E POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.
                                                                 
                                                                                                        
+ CORRUPÇÃO/GOLPISMO:

-  STF dá asas ao barbarismo golpista  ( Davis Sena Filho )

- Caixa 2 de Empresários para financiar o golpe.
Operação Navalha.
- Operação Navalha1. 
- Corrupção no Futebol.

- Mensalão Tucano (PSDB).
- Privataria Tucana (PSDB) - O maior escândalo de corrupção da história do Brasil
- Os 14 escândalos envolvendo Aécio,PSDB e Aliados
- O Propinoduto Tucano (PSDB). 
- Roubalheira no Metrô de São Paulo (PSDB)
- POLÍTICA GOLPISTA BRASILEIRA.

                                                                                  ESSE É O GOVERNO DO PARTIDO DOS TRABALHADORES.



:)Compartilhe essa idéia!
Share |
http://twitter.com/ajuanselmo http://www.facebook.com/ajuanselmo

31 de março de 2016

GOLPISTAS



Políticos que votam impeachment são acusados de mais corrupção que Dilma, diz jornal americano.



Reblogado da  BBC Brasil

A crise política brasileira continua atraindo as atenções da imprensa internacional. Nesta segunda-feira, o jornal americano Los Angeles Times divulgou um levantamento feito pela ONG Transparência Brasil sobre os políticos que estão incumbidos de analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
No título da reportagem, a publicação diz: "Os políticos que votam o impeachment da presidente do Brasil são acusados de mais corrupção do que ela". Ao longo do texto, o jornal cita números pesquisados pela ONG sobre os integrantes da Comissão Especial do Impeachment, formada na Câmara para emitir um parecer sobre o pedido de afastamento da petista, e o Congresso como um todo. Segundo a Transparência Brasil, dos 65 membros da comissão – formada por deputados de partidos que apoiam o governo, da oposição e dos chamados independentes –, 37 enfrentam acusações de corrupção ou outros "crimes graves", conforme cita a publicação americana. "Cinco membros da comissão são acusados de lavagem de dinheiro, outros 6 de conspiração e 19 são investigados por irregularidades nas contas; 33 são acusados ou de corrupção ou de improbidade administrativa; ao todo, 37 membros foram acusados, alguns deles de crimes múltiplos", afirma.

LA Times destaca ainda a presença, no colegiado, de Paulo Maluf (PP-SP), ex-prefeito de São Paulo, afirmando que ele é "procurado pela Interpol e que um tribunal de Paris recentemente o condenou à revelia por lavagem de dinheiro e crime organizado". O parlamentar nega a prática de crimes. Dentre os 513 deputados da Câmara, segundo a Transparência Brasil, 303 são investigados por algum crime. No Senado, o número também ultrapassa os 50%: 49 dos 81 senadores estão envolvidos em investigações.
O Los Angeles Times pondera que os dados fornecidos pela ONG ainda não incluem as informações mais recentes da 26ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada na semana passada, e que tem como alvo executivos da Odebrecht e doleiros. Uma lista da construtora citando mais de 200 políticos de diversos partidos que teriam recebido doações da empresa foi divulgada pela Polícia Federal – e depois colocada sob sigilo pelo juiz federal Sergio Moro –, mas ainda não há confirmação sobre a legalidade ou não desses repasses.
Image copyrightReproducao
Image caption"Os políticos que votam o impeachment da presidente do Brasil são acusados de mais corrupção do que ela", diz publicação dos EUA
"Dilma Rousseff, por sua vez, nunca foi investigada oficialmente ou acusada de corrupção, apesar de ela ter uma impopularidade gigantesca atualmente e ser considerada culpada pela recessão profunda em que o país se encontra", afirma o jornal americano.
"Ela era chefe do conselho administrativo da Petrobras quando a empresa esteve envolvida no esquema de pagamento de propina que tem sido desvendado pela Operação Lava Jato. Mas, para tirá-la do poder, os deputados estão se valendo da acusação sobre a manobra orçamentária ("pedaladas fiscais") para esconder o tamanho do deficit do país, e eles garantem que essa é uma ofensa passível de impeachment." O jornal ainda menciona as investigações contra o vice-presidente Michel Temer (PMDB), que seria o sucessor de Dilma em caso de impeachment. "Michel Temer é suspeito, em investigações da Lava Jato, de estar envolvido em um esquema de compra ilegal de etanol", afirmou, em referência à delação do senador Delcídio do Amaral.
O peemedebista nega a prática de crimes.
Principal oponente da presidente na última eleição e líder da oposição, Aécio Neves (PSDB) é "investigado pela Lava Jato", afirma o LA Times. A publicação cita documentos obtidos durante as apurações que indicariam que a família de Aécio manteria conta bancária secreta em Liechtenstein, também mencionada por Delcídio. Aécio nega irregularidades. Até o momento, ele e Temer não são oficialmente investigados pela Lava Jato. A Comissão Especial do Impeachment aguarda a defesa da presidente Dilma Rousseff sobre as acusações. A partir daí, o colegiado votará e emitirá um parecer que será levado a plenário – o que o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), planeja fazer no próximo dia 17, um domingo.A abertura do processo de impeachment precisa de aprovação de dois terços dos deputados antes de ir ao Senado. A presidente só será afastada caso a maioria simples dos senadores também dê aval à decisão da Câmara. Caso isso ocorra, ela ficará afastada por até 180 dias à espera do julgamento final pela Casa.

:)Compartilhe essa idéia!
Share |
http://twitter.com/ajuanselmo http://www.facebook.com/ajuanselmo

10 de março de 2016

Twitter Anselmo



:)Compartilhe essa idéia!
Share |
http://twitter.com/ajuanselmo http://www.facebook.com/ajuanselmo

4 de dezembro de 2015

GOLPISMO - Os Abutres e As Carniças

Cunha, Aécio e o cavalo velho amarrado em toco podre!

Texto de  Dom Orvandil
Editor do blog Cartas e Reflexões Proféticas - www.brasil247.com
Finalmente os abutres se acercaram da carniça fétida e podre. Um grupo de deputados, com uma "fundamentação" fajuta de impeachment, originado nas vísceras de um pobre idoso e intenso de ódio e de recalques, o advogado desviado Hélio Pereira Bicudo, de história de lutas jogada no lixo, entregou-a a Eduardo Cunha, que foi aceito ontem, dia 02 de dezembro de 2015.

O deputado Eduardo Cunha encaminhou para a Comissão de Ética da Câmara um pedido de impeachment contra a Presidenta Dilma. Hoje a peça escandalosa, recheada de mentiras e de ódio foi lida. Em todo o País há quase unanimidade contra a imoralidade desse processo e a falta de decoro ético de quem o reencaminha no Parlamento Federal. Efetivamente o Brasil encontra-se num impasse profundo e a contradição de interesses se ergue como ondas que tentam se anular mutuamente.
De um lado os trabalhadores de todas as áreas se sentem ameaçados da perda do emprego, de corrosão da renda e dos riscos do aumento de violência, política, inclusive. Empresários carecem de investimentos, mas se sentem travados pelos juros altos e pela dívida interna no País, que se vê engolido pelos bancos. O povo se sabe tolhido em seus direitos sociais e pelas ameaças empreendidas pelos conservadores, ávidos do fígado dos que produzem e lutam por justiça social. O campo econômico do governo aplica o receituário neoliberal triste e lamentável, o mesmo que destrói a Europa, notadamente a Grécia, e que não serve a ninguém, a não ser aos bancos na sua ânsia desumana, cruel e estúpida de mais e mais lucros.
De outro lado, um grupo de urubus cavalga no parlamento um cavalo velho e decadente numa corrida trôpega e chata contra a democracia. O cavalo velho que parlamentares do PSDB, do DEM, do PPS e de outros currais cartoriais cavalgam é o do golpe contra a democracia, contra o Brasil e contra o povo brasileiro. Este animal manco é o velho lacerdismo turrento que nasceu antes das eleições do Presidente Getúlio Vargas, que ajudou no suicídio daquele estadista, que colaborou na feitura e aplicação do golpe que sacrificou o Brasil às trevas e o impediu de crescer como democracia social. O cavalo turrento do golpe é tão velho que anda mal, não troteia sequer e anda para trás em direção ao atraso eivado de traição à soberania do Brasil e à justiça social, ameaçando a dignidade de milhões de brasileiros que padeciam na miséria e na pobreza.
Esse cavalo de tão velho busca nas fontes podres dos velhacos golpistas o alimento para seu andar trôpego, carregado de prisões de heróis e de sufocamento da liberdade. Sim, porque o que vem depois da passagem desse cavalo caduco e de intestinos frouxos é a morte da liberdade em forma de ditadura, de extinção ciclópica de empregos, de renda, de educação, de saúde, de segurança social, de justiça e de paz sociais.Q uando avançávamos na elevação dos indicadores sociais retirando o Brasil do mapa vergonhoso da fome e do desemprego, que o cavalo da morte adora, eis que tenta retornar para retirar essas conquistas do povo. E onde os cavaleiros golpistas tentam amarrar o seu cavalo velho, já quase morto antes e insepulto? O toco onde ameaçam amarrar o animal agourento é totalmente podre e nojento para o País e cheira mal para o mundo inteiro. Todos os bons dicionários são unânimes em definir "podre" como estragado, corrompido, putrefato, que não está são, infeto, fétido, contaminado, pervertido, a parte apodrecida de algo.
Essas são as características do tronco onde ontem os golpistas amarraram o cavalo do golpe. Os principais componentes desse tronco são o deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados e do senador Aécio Neves, presidente do Partido da Social Democracia, o malfadado e fétido partido de direita e golpista do Brasil, que, quando nos poderes executivos, só persegue o povo e massacra seus direitos. Ora, quem é o deputado Eduardo Cunha, se não notório podre da República? É um homem que cheira mal pelo seu alto grau de corrupção e putrefação. Eduardo Cunha é a parte em decomposição de uma oposição suja, fisiológica, golpista, de história triste de privatizações, de egoísmo personalista no uso do poder para beneficiar corruptos e seus familiares mesquinhos.

Desde que tomou posse, passando por eleição à presidência da Câmara dos Deputados movida a dinheiro corrupto para irrigar medíocres e aproveitadores nos cargos de deputados, para aboletar nos gabinetes preguiçosos e alienados que, como vermes, se locupletam das verbas públicas em seu benefício, que Cunha exala um cheiro de apodrecimento. Da presidência da Câmara exala-se a fetidez da mentira, do falta de vergonha na manipulação dos cargos públicos, do fisiologismo sem caráter de quem não tem o menor interesse no povo e na justiça social.
Da cadeira do presidente da Câmara jorra a podridão do ladrão que rouba o dinheiro público para depositá-lo em bancos da Suíça com o objetivo de sustentar o seu próprio luxo de burguês provinciano e o de sua mulher, dondoca sem espírito público, alienada boneca que tem medo de ser comum como as milhões de heroínas de nosso povo, que vivem com o abaixo do mínimo. Os corredores da casa do povo expelem atitudes perversas do tronco podre para todo o País, mostrando que seu presidente é velhaco, sem vergonha, chantagista e vingativo.
Essas são características que nosso povo abomina e despreza quando as vê nas atitudes das pessoas ao seu redor. Pois elas, que se esconderam por quase um ano, até com a ajuda oportunista da mídia e dos golpistas, conhecidas apenas por quem realmente se interessa por conhecer a realidade que move os pauzinhos da política brasileira, se escancaram ao olhos e narizes nus da Nação e do mundo. Pois foi nesse tronco lambuzado e sujo de traição, de negociatas, de propinas e roubo do dinheiro público que os golpistas amarraram o seu cavalo velho e fétido, apelidado agora de impeachment da Presidenta Dilma.
A outra lasca desse tronco podre é Aécio Neves.
Enquanto Cunha recebe o encaminhamento do golpe Aécio arrebanha os golpistas. Mas Aécio é igualmente parte do tronco podre, dos mais podres, porém mais malandro e modelo dá o tapo e esconde as mãos. Que mencionar dessa lasca fétida? A sociedade inteira sabe dos maus tratos violentos que a lasca mineira do tronco podre praticou contra uma namorada sua, socando-a e empurrando-a escada abaixo num clube luxuoso do Rio de Janeiro. O machista bate em mulher, como uma das manifestações mais podres do tronco, como covarde e violento. Quem já não tomou conhecimento do famoso helicóptero com meia tonelada do cocaína, apreendido pela polícia federal e evaporado pela mídia, de correligionário muito ligado ao senador corrupto de Minas Gerais?
Quem não conhece as histórias do ex-governador de Minas Gerais com a compra com dinheiro público de um aeroporto de um seu familiar para uso particular, tanto que tal atitude lhe rendeu o apelido de Aécioporto? Quem não soube do desvio de recursos do governo do Estado de Minas Gerais para a compra de rádios, administradas pela irmã da lasca podre, o senador de direita? Quem não soube da falência da saúde e do desvio das verbas dessa área, para uso não se sabe de que, quando a lasca podre governava Minas? Quem quiser conhecer a educação que a lasca podre mineira gestou pergunte aos professores de lá. E o uso de aviões do Estado de Minas para empréstimo a amigos igualmente podres passearem por todo o Estado, inclusive FHC? E usados por ele mesmo para farras no Rio e em Florianópolis? Todos sabemos disso. E as notícias sobre o uso excessivo de bebida alcoólica pelo então governador de Minas e até de cocaína, com notícias abafadas de internação em clínica para descongestionamento?
Este é uma parte do tronco podre onde o cavalo velho amarrou o golpe. DEM e PPS são cascas menores, igualmente podres desse tronco fétido e porcaria, sempre fincado em lugares indevidos e prejudiciais a todos. DEM E PPS são sub legendas tão malcheirosas quanto a legenda mor onde se grudam como cascas inarredáveis. Sem dúvidas que vivemos uma enorme crise. Mas o tronco podre e o cavalo velho do golpe somente exercem a função de ampliar o mal estar dessa crise. São incapazes de gestos éticos para ajudar. Incapazes mesmo. São imorais. São antiéticos. São podres.
Como muito bem lembrou o professor Emir Sader: "A crise hegemônica, segundo Gramsci, é aquele momento em que nenhuma força consegue se impor consensualmente na sociedade. O momento em que "o velho morre e o novo não consegue nascer" (Leia mais). Nosso povo experimentou muitas conquistas. Nosso povo queria mais direitos, mais democracia, mais justiça social e eliminar os roubos que os troncos poderes fazem de nossas riquezas.
Nosso povo impulsionava o novo. Queríamos uma sociedade muito mais próxima da justiça social. Mas os cavalos velhos e seus troncos poderes de amarras não querem isso. Querem retornar, nem que para isso apodreçam a tudo e a todos. Eles não se acanham no desejo de apodrecer, corromper e matar nossos direitos. Felizmente de ontem para cá as manifestações contra o tronco podre e contra o cavalo velho são muitas. Fala-se em resistir nas ruas e no Congresso Nacional. É preciso parar de papear e resistirmos mesmo, seja com que for, mas com todos nas ruas. Desta vez não é possível que se deixe o tronco e o cavalo trôpego retomarem tudo contra nós. É preciso que sejamos parteiras e ajudemos o novo a nascer. Temos que ir às ruas, não como moscas tontas como em 2013, mas como povo organizado em torno de agenda que ajude o Brasil a vencer o golpe e desenvolver a democracia. Temos que arrancar a Presidenta Dilma das mãos neoliberais e da direita, que a sequestraram com chantagens e com a corrupção do poder.
ACORDA BRASIL! VAMOS DEFENDER NOSSO ESTADO DEMOCRÁTICO.
                                                 :)Compartilhe essa idéia!
Share |
http://twitter.com/ajuanselmo http://www.facebook.com/ajuanselmo
Related Posts with Thumbnails